Busca
Fé e justiça social

Papa Francisco defende sindicatos comprometidos com os trabalhadores

Em mensagem proferida no Vaticano na quarta-feira, dia 28, o Papa Francisco voltou a criticar a exploração capitalista, a injustiça social e os projetos políticos que retiram direitos da população

Imprensa SMetal
Portal Na Nuvem
O Papa Francisco também criticou as tentativas de desqualificar e criminalizar o movimento sindical.

O Papa Francisco também criticou as tentativas de desqualificar e criminalizar o movimento sindical.

Em mensagem proferida no Vaticano na quarta-feira, dia 28, o Papa Francisco voltou a criticar a exploração capitalista, a injustiça social e os projetos políticos que retiram direitos da população. O Pontífice defendeu o fortalecimento dos sindicatos que são comprometidos com os trabalhadores e com as causas da periferia.

“Não existe uma boa sociedade sem um bom sindicato. E não há um bom sindicato que não renasça todos os dias nas periferias”, afirmou o líder da Igreja Católica em sua reflexão sobre o tema “Pela pessoa, pelo trabalho”, que está sendo debatido em Roma.

O Papa Francisco também criticou as tentativas de desqualificar e criminalizar o movimento sindical. “O capitalismo do nosso tempo não compreende o valor do sindicato, porque esqueceu a natureza social da economia”, afirmou.

Ele abordou ainda a questão do direito à aposentadoria e definiu como “míope” uma sociedade que obriga os idosos a trabalhar por muitos anos. Veja a íntegra da reportagem no portal SMetal.

tags
católica Francisco Igreja justiça luta mundo papa sindicato social trabalhadores
VEJA
TAMBÉM