Busca
Acervo histórico

Exposição no SMetal celebra as mil edições da Folha Metalúrgica

Material é produzido pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região há 39 anos; exposição está disponível para visitas e traz capas históricas de diversos momento políticos, econômicos e sociais

Imprensa SMetal
Foguinho/Imprensa SMetal
Para celebrar o marco das mil edições da Folha Metalúrgica, o SMetal organizou uma exposição com capas históricas deste material

Para celebrar o marco das mil edições da Folha Metalúrgica, o SMetal organizou uma exposição com capas históricas deste material

Nesta semana, a Folha Metalúrgica chegou a sua milésima edição. Fundada em meados dos anos 80, o jornal nasce como uma das propostas da diretoria eleita após o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) ter passado quase duas décadas nas mãos de aliados aos patrões e ao regime militar, a entidade voltava para as mãos da classe trabalhadora.

Quando a chapa encabeçada por Wilson Fernando da Silva, o Bolinha, ganhou as eleições sindicais ele, juntamente aos companheiros de direção, compreendeu a necessidade de expandir os meios de comunicação entre trabalhadores e trabalhadoras metalúrgicos e a entidade sindical e surgiu, então, a Folha Metalúrgica como conhecemos hoje.

Ao longo desses 39 anos de existência, o jornal divulgou denuncias de injustiças dentro de fábricas metalúrgicas, prestou serviço à população sorocabana, além de repercutir os principais fatos, à nível nacional, que impactavam – e ainda impactam – no dia a dia da classe trabalhadora brasileira.

Para celebrar o marco das mil edições da Folha Metalúrgica, o SMetal organizou uma exposição com capas históricas deste material que, de acordo com lideranças da época: “vem com o compromisso de fazer um contraponto e de não permitir que apenas a imprensa conservadora coloque o seu ponto de vista”.

“Pode ser que, desde sua primeira edição, a Folha Metalúrgica tenha mudado tanto no da perspectiva editorial quanto estética. Sua função, no entanto, segue sendo informar e formar a categoria metalúrgica. Ela é um braço desse Sindicato Cidadão que defendemos como projeto de sociedade”, defende o presidente da entidade, Leandro Soares.

Para visitar o espaço e conferir este acervo basta vir até a sede do Sindicato dos Metalúrgicos, que fica localizada na rua Júlio Hanser, número 140, próximo à rodoviária. A visitação é permitida de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h.

tags
acervo boletim Comunicação editores exposição Folha Metalúrgica Jornal jornalismo Sede Sindicato Cidadão
VEJA
TAMBÉM