Busca
Cine SMetal

“7 Prisioneiros” retrata a realidade de trabalhos análogos a escravidão nos dias atuais

Filme foi exibido na última quinta-feira, dia 02, no Cine SMetal, que contou com participação do Leandro Soares, presidente do SMetal, e de João Batista, desembargador do TRT da 15° região

Amanda Monteiro/Imprensa SMetal
Foguinho/Imprensa SMetal

O filme “7 prisioneiros” foi exibido na última edição do Cine SMetal, na quinta-feira, 2.

O filme “7 Prisioneiros” trouxe à tona uma realidade incômoda e urgente: a persistência de práticas de trabalho análogo à escravidão nos dias atuais. Na última quinta-feira, 02, o Cine SMetal recebeu comentários pós-exibição do filme, com Leandro Soares, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), e João Batista, desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT 15°).

Para Leandro, o filme é um “espelho da realidade que muitas vezes preferimos não encarar”. Ele ressaltou a importância de expor essas situações e de mobilizar a sociedade para combatê-las: “Precisamos entender que a escravidão não é apenas um capítulo do passado, mas uma triste realidade presente em diversas esferas da nossa sociedade”.

Deste mesmo modo, o desembargador João Batista contribui com essa visão, destacando a necessidade de ações enérgicas por parte das instituições e da sociedade civil. “A atuação da justiça do trabalho é vital ao lado do povo, e o filme que assistimos hoje é um alerta crucial para todos nós. Ele nos convida a refletir não apenas sobre nosso papel na sociedade, mas também sobre o compromisso dessas instâncias em apoiar aqueles que verdadeiramente necessitam de justiça”, disse.

A exibição de “7 Prisioneiros” no Cine SMetal não se limitou a ser apenas uma sessão cinematográfica, mas sim um espaço de reflexão e mobilização contra a persistência do trabalho análogo à escravo no Brasil. 

Para o SMetal, a presença de líderes sindicais e autoridades jurídicas reforça o compromisso em enfrentar esse problema e lutar por uma sociedade mais justa e igualitária.

Sobre o Cine SMetal

Lançado em 2023, o Cine SMetal tem a proposta de ampliar o acesso dos trabalhadores e trabalhadoras em atividades e espaços culturais. A iniciativa recebe apoio do campus Sorocaba do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) e do Depois Bar e Arte.

Os interessados em exibir produções cinematográficas no Cine SMetal podem entrar em contato pelo WhatsApp (15) 99707-0999 ou e-mail [email protected], para falar com a curadora Renata Rocha.

Confira a galeria de fotos

tags
7 prisioneiros Cine SMetal Cinema escravidao filme
VEJA
TAMBÉM